8 Dicas para quem quer viajar para a Coreia do sul

A Coreia do sul é um país asiático de grande destaque na Ásia pelo potencial tecnológico, competindo sempre com o Japão o título de país mais desenvolvido tecnologicamente da Ásia.

De lá saem empresas como Samsung, LG (que já foi tida como uma das principais empresas do mundo e perdeu destaque, com a entrada no mercado das empresas chinesas), Hyundai, entre outras.

Além de ser um país ultra tecnológico, a Coreia do sul é um país que também atrai muitos turistas pela beleza de suas paisagens.

Para quem não sabe existem duas Coreias (sul e norte), hoje daremos 8 dicas de viagens para a Coreia do sul.

1 Melhor época para visitar

A melhor época para visitar a Coreia do sul são as temporadas de outono e inverno coreanas. Ou seja, épocas que estamos respectivamente em primavera e verão no Brasil. Essas épocas, não são épocas de férias nos países pelo mundo, logo, existe um menor número de turistas, barateando assim desde passagem até estadia na Coreia, então se pensa em viajar para a Coreia do sul, planeje viajar entre abril e maio, ou entre setembro e outubro.

2 Saiba o que precisa para tirar visto para a Coreia.

A Coreia do sul não é pertencente a nenhum dos tratados de livre circulação que o Brasil faz parte, logo é necessário tirar o visto para visitar a Coreia do sul caso você fique por mais de 90 dias no país. Do contrário, você pode entrar no país asiático quando quiser sem precisar de visto caso você esteja a turismo ou a negócios. Em outras situações como trabalho (no país), você precisará tirar um visto específico para isso e não estará isento de visto nos 90 primeiros dias.

Existem vários vistos para a Coreia, além do de trabalho, a pessoa também pode aplicar ao de estudante para entrar em uma universidade coreana, ou fazer um curso no país.

3 Saiba para onde vai na Coreia

Não é só por questões de temperatura, mas se programar para saber os locais que quer visitar antes pode ser importante, pois como já dito acima, a Coreia é dividida em duas e você pode entrar no país vizinho sem saber e bem… caso isso aconteça terá sérios problemas, principalmente por não ter o visto Norte-coreano.

Então não se esqueça, planeje antes o lugar que vai, desde checar temperatura até buscar passeios com  guias que te indiquem o que fazer.

4 Moeda desvalorizada

O won sul coreano é muito desvalorizado perante o real (311 wons valem 1 real segundo a cotação de hoje), então não se assuste se na hora da conversão no aeroporto, o atendente da loja de câmbio te disser quanto vale e comece a achar pouco. Não não é. Só para ter uma ideia o preço médio de uma refeição coreana é mais 15000 wons, logo se você for com dinheiro apertado pode ter problemas.

5 Visite museus e locais históricos

A guerra da Coréia (que separou as duas Coreias) é um momento muito marcante na vida de cada coreano (do sul ou do norte), até hoje é possível ver monumentos e locais históricos além de museus que contam a história da época e que te colocam na época como se estivesse vivendo na época.

6 Não se esqueça de levar equipamentos eletrônicos

Essa dica é bom tomar MUITO cuidado. Não ache que se levar a Coreia inteira na mala vai conseguir chegar sem ser tributado no Brasil (falaremos sobre tributação no próximo tópico), mas vale a pena trazer alguns produtos que você gostar, mas SEMPRE FIQUE DE OLHO, pois a nossa amada (ironia haha)  receita federal, vai estar mais esperta que você.

7 Limite de produtos para não ser tributado

A lei brasileira especifica que você pode trazer de qualquer país, um limite MÁXIMO de 50 dólares de mercadoria para proteger o produtor nacional. No caso do won coreano chega a 60 mil wons. Isso não dá para comprar muita coisa na Coreia (não se esqueça que temos no nosso site alguns textos que te ajudam nessa parte de importação), mas alguns produtos mesmo tributados (quando são…), acabam saindo mais barato. Para que fique mais fácil para você, é só você fazer a conta: preço do produto (pode converter em dólares para ficar mais fácil) mais 60% que é a taxa de importação do nosso país.

8 Use o metrô coreano

Segundo uma pesquisa feita pelo “Bussines insider”, o metrô sul-coreano é o melhor do mundo, então se você quiser viajar pelo país éuito bom que você utilize o metrô e desfrute do país asiático por um preço muito barato (3,30 o bilhete pré pago e 3,70 unitário*)

Conclusão:

A Coreia do sul é um país barato e muito histórico, vale a pena visitar para  quem quer conhecer um pedaço do ocidente no oriente. Além disso, mesmo sendo um país ótimo para viajar, a Coreia do sul é um país sem muitos visitantes, logo é ótimo para viajar, principalmente nas épocas citadas no início do texto.

Boa viagem!!!

*Valor em reais