A Índia é um Mercado Promissor para o Brasil?

Durante muito tempo a Índia teve uma política econômica protecionista, sendo um mercado fechado para o resto do mundo.

Porém, desde os anos noventa, a Índia tem se aberto para as trocas comerciais internacionais e cada vez mais importa de países latino-americanos, especialmente do Brasil.

Neste texto, vamos abordar alguns aspectos das relações comerciais entre Índia e Brasil e por fim responderemos a pergunta se a Índia é um mercado promissor para o Brasil.

 

Economia Indiana Favorável

A Índia é o sétimo maior país do mundo em superfície (dominando 2,5% da superfície da Terra) e conta com a segunda maior população (16% da população mundial).

Números tão grandiosos também refletem uma grande economia.

A Índia é uma potência regional e está entre as grandes economias de rápido crescimento do mundo.

Considerando-se o PIB, a Índia é a nona maior economia mundial.

Atualmente, a economia indiana não é mais predominantemente agrícola como foi por muitos anos. Hoje, ela é orientada predominantemente para a Indústria e Serviços que juntos contribuem para mais de 85% do PIB do país.

Desde 1991, ano no qual a Índia começou a abrir sua economia para o comércio e investimento exteriores, houve uma rápida e crescente urbanização que levou à melhora da educação, maiores salários, uso de tecnologia mais moderna e aprimoramento dos produtos regionais.

Tudo isso influenciou o estilo de vida e os padrões de consumo indianos. Entre 2000 e 2011 o consumo privado per capita cresceu a uma taxa de 10,73% e tende a continuar a aumentar, o que é ótimo para os exportadores.

Quanto ao comércio exterior, a Índia importou o equivalente a 443 bilhões de dólares em 2011, o que representou um crescimento de 22,8% considerando os anos de 2000 a 2011.

Por tudo isso, a Índia está classificada como um dos destinos mais atraentes para investimentos estrangeiros de acordo com o relatório World Investment Report da UNCTAD de 2010. Desde 2000, a taxa de investimento estrangeiro vem crescendo a uma taxa de 24% e não para de aumentar.

 

Participação em Blocos de Cooperação Político-Econômicos e Acordos Comerciais

Desde que a Índia começou a abrir sua economia, o governo tem feito esforços para aumentar as exportações e facilitar as importações. Para isso a participação em Blocos de Cooperação e a realização de Acordos Comerciais são fundamentais.

A Índia é membro da Organização Mundial do Comércio (OMC) e possui diversos acordos comerciais com os países asiáticos vizinhos.

Tratando-se especificamente das relações com o Brasil, desde 1989 os países participam do Sistema Global de Preferências Comerciais (GSTP em inglês) entre países em desenvolvimento. Este acordo estabelece o oferecimento de tarifas especiais pelo governo indiano em uma série de produtos.

Existe a colaboração do país asiático com o Mercosul. Há também um acordo de cooperação entre Índia, Brasil e África do Sul denominado Fórum Trilateral IBAS. Por fim, tanto Índia quanto Brasil fazem parte do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e mais recentemente África do Sul), bloco de cooperação entre os países emergentes que tiveram o maior índice de crescimento dos últimos anos.

Tanto o governo brasileiro quanto o indiano tomaram a decisão de estreitar laços, com o objetivo de começar uma aliança política, a partir da qual parcerias comerciais são fortalecidas.

 

Diminuição de Tarifas e Produtos que têm a Importação estimulada

A política de comércio exterior da Índia abrange políticas relacionadas a incentivos fiscais, procedimentos de racionalização, mudanças institucionais e diversificação do seu mercado de exportação.

Os principais produtos importados pela Índia são:

  • Derivados de Petróleo
  • Ouro
  • Ferro
  • Aço
  • Máquinas Elétricas e Eletrônicas
  • Produtos Químicos
  • Carvão
  • Coque
  • Equipamentos de Transporte

 

Algumas das principais tendências nas importações indianas são:

  • Aumento das importações de bens de capital, know-how técnico e matérias primas para atender às necessidades da industrialização;
  • Aumento das importações de produtos derivados de petróleo para atender à demanda industrial e de consumo interno;
  • Aumento das importações de matérias primas como pedras preciosas, gemas e joias. A Índia agrega valor a estes produtos e depois os exporta;
  • A Índia é uma grande importadora de ouro.
  • Assim, os empresários brasileiros que trabalham com este tipo de produto citado acima têm no mercado indiano uma grande oportunidade.

Lembramos também, como falamos anteriormente, que desde 2009 entrou em vigor o acordo Índia – Mercosul, através do qual 450 itens de cada lado tiveram reduções de tributos aduaneiros de 10% a 100%.

Além disso, o governo indiano incentiva a importação de itens de tecnologia da informação, produtos e máquinas especializadas requeridas pelas indústrias. A importação destas mercadorias recebe isenção total ou parcial do tributo aduaneiro.

 

Alguns destes produtos são:

  • Açúcar bruto, farinha de trigo, legumes, cebolas e sementes de leguminosas;
  • Drogas e medicamentos para salvar vidas;
  • Seda bruta e juta bruta;
  • Diamantes brutos;
  • Painéis de LCD para a produção de TVs de LCD;
  • Componentes de Helicópteros e Aviões;
  • Componentes de Navios e Barcos;
  • Computadores, peças e softwares de TI;
  • Telefones Celulares;
  • Gasolina e diesel.

A importação dessas mercadorias também representa uma ótima oportunidade comercial para exportadores do Brasil.

 

Conclusão

Concluímos que a economia indiana em crescimento, a participação da Índia em vários blocos econômicos, o estímulo à importação de diversos produtos com a isenção ou diminuição de impostos aduaneiros e o contínuo e crescente esforço dos governos brasileiro e indiano para estreitar laços, fortalecendo as relações políticas e comerciais fazem da Índia um mercado promissor para o Brasil.

Para que você possa realizar seus negócios com mais comodidade e total segurança oferecemos nossos serviços de Consultoria de Importação/Exportação que o auxilia em todas as etapas dos seus negócios, como o estudo do mercado consumidor, contato com compradores idôneos, traduções, documentação, etc.

Conheça nossos profissionais especializados e não deixe de aproveitar as vantagens que o mercado indiano oferece!