A questão da crise A crise muda as prioridades

A questão da crise

Negócios com a China: A questão da crise

 

A crise está lhe assustando? Mas os negócios com a China não vão parar.

 

Na verdade, a crise muda o rumo das estratégias, muda a prioridade dos clientes, e assim, as empresas mudam suas prioridades na hora de buscar produtos na China. Isso é normal, e a crise não significa falência.

 

Entender as novas demandas do mercado é essencial para quem quer encontrar grandes oportunidades de negócio. No entanto, esse post foi feito depois de uma analise do que acontece durante as crises. Acredite, percebemos grandes oportunidades de negocio, mas é preciso entender que a crise muda às prioridades.

 

Negócios com a China: Dicas para driblar a crise

A questão da crise Rol de entrada de grandioso estabelecimento comercial na China

Quando falamos em negócios com a China é perceptível a grande preocupação com a crise econômica que o Brasil está enfrentando e há a preocupação da crise retornar ainda mais agressiva.

 

Não sei se já ouviu essa frase, mas é uma verdade: os maiores negócios foram criados diante das oportunidades que a crise ofereceu.

 

Reconheça as necessidades do mercado

 

Driblar a crise para continuar negociando com a China não fingir que nada está acontecendo e continuar usando as mesmas estratégias de sempre. É preciso reconhecer as novas demandas e as necessidades do mercado.

 

Talvez alguns produtos, por causa do efeito da crise, deixaram de ser tão viáveis, ou não compensem importa-los mais. Mas em compensação, toda vez que atravessamos uma crise, há setores comerciais que encontram grandes saídas.

 

Reconhecer essas necessidades é essencial para continuar seus negócios e ainda conseguindo lucrar. Claro que não são mil maravilhas, mas há grandes possibilidades de se sobressair com bons lucros.

 

Reduza os gastos

 

Claro, toda crise exige redução de gastos, e no ramo de importação não é diferente. Gastos variáveis, como também os fixos, devem ser analisados para obter uma redução concreta.

A questão da crise Como proceder na China durante a crise

É importante lembrar que no mundo dos negócios com a China, a crise pode afetar de maneira direta, e na hora de reduzir gastos é importante não diminuir a qualidade dos serviços prestados e nem dos produtos.

 

A qualidade dos serviços e dos produtos é o que vai manter seus clientes mesmo em épocas de dificuldades, então preze por isso, mesmo que os orçamentos disponíveis estejam abaixo da normalidade. A Crise passa, o seu negócio não.

 

Observe as oportunidades

 

Observar a oportunidade, quando falamos em crise e em negócios com a China, é conseguir enxergar o que ninguém está vendo. É perceber uma oportunidade de lucrar e sair na frente, enquanto todos estão desanimados.

 

Toda crise proporciona dois extremos: a falência de alguns e o crescimento dos outros. Por exemplo, quando o consumidor deixa de comprar certo produto, passam a consumir outros, mesmo que em menor quantidade. Então enxergar essa oportunidade permite o empresário se adequar. Basta um alto nível de adaptabilidade.

 

Negócios com a China: Mudança de prioridades

 

Sim, a crise muda às prioridades de importação.

 

Para estar alinhado às necessidades do mercado, e por muitas vezes são novas, é preciso utilizar as dicas que passei nesse artigo, principalmente a que aconselha a observar as oportunidades.

 

As demandas são novas, os clientes estarão mudando o jeito de consumir, e sua empresa continua a resolver os problemas delas. Sim, um produto é a resolução de um problema. Então você tem uma missão, mudar suas prioridades conforme as necessidades dos seus clientes, e também a do mercado em geral, a empresa que assim age, consegue conquistar novos clientes.

A questão da crise Carrinho de supermercado com alguns legumes e verduras

Tenho uma boa notícia para você: a Destino China tem toda qualificação necessária para que sua importação tenha sucesso, independente da crise que esteja passando. Ajudamos no planejamento do projeto, temos várias dicas e profissionais que conhecem muito bem o mercado. Sem contar com todo o suporte prático durante a importação.

 

Vamos vencer a crise e vender muito?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi, como posso ajudar?
Rolar para cima