Avaria Grossa

Avaria Grossa


Muitas são as dúvidas que circundam esse tema. Portanto, vamos através deste texto procurar solucionar essas questões da melhor maneira possível. A avaria grossa, portanto, funciona como um seguro ou uma cobertura que serve para proteger com ação indenizatória caso acontece algum acidente de percurso durante o caminho de exportação.

As leis que analisam as questões marítimas são antigas e é detalhada pela história como sendo antes mesmo da chegada de Cristo. A lei em questão é a Lei de Rodes.

Apesar de haver uma modificação no que se refere a essa questão, ainda há subsídios que possam estabelecer os direcionamentos de como proceder em determinadas situações.

De todo o modo, os conceitos existentes nos livros, tratam a avaria grossa por meio de exemplos. Contanto, as informações que podem ser retiradas é o fato de que a avaria depende do que de fato importa, foi acordado ou levado em consideração no momento do contrato.

Depende também do interesse, da gravidade do processo, da necessidade da chegada da carga em sua totalidade. Os textos, os estudos e os especialistas garantem se há mais de um problema a ser resolvido é uma situação comum. Porém se toda a embarcação está sujeita a riscos, é preciso averiguar a situação e buscar os métodos eficazes para vencer o perigo.

Mediante tais circunstâncias que a avaria grossa entra em jogo.

Exemplificando toda a situação, é sabido que diante de um fato importante como esse, as atitudes tomadas sejam prudentes e, além do mais, haja o conhecimento de todos de que as ações irão gerar custos.

Consequentemente, diante dos fatos e da situação acontecida, esses valores deverão ser divididos entre todos que se responsabilizaram pela escolha da ação ou pelo prejuízo da carga.

Segundo as normas e regras da Rock- Antuérpia é acionada a avaria grossa em situação de perigo pelo fato das despesas e gastos que, consequentemente, aparecerão durante o trajeto.

  • E para aquelas pessoas que decidiram fazer o seguro para se protegerem?

Pois bem, vai haver o ressarcimento da contribuição por parte dos seguradores.

  • E quem não fez esse mesmo procedimento?

Então, quem realizou a escolha de não fazer o seguro, precisa realizar o pagamento em virtude de alguns motivos. Esse dinheiro será pago mediante a contribuição da carga.

Isso pode ser explicado em virtude de que a taxa remunerada será paga pelo fato de que uma ação imediata foi realizada com o intuito de salvaguardar a carga e evitar os maiores perigos que porventura viessem a acontecer.

As avarias para serem válidas precisam ser realizadas e elaboradas por um profissional capacitado para esse devido fim, o Árbitro Regulador de Avarias Marítimas e, a busca pelas avarias pode ser executada pela Regulação de Avarias. um documento facilitador responsável pela procura por parte do segurador ou segurado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima