Quem nunca pensou em visitar a China para fazer compras? Isso mesmo, pessoas do mundo inteiro vem para a China com a intenção de fazer compras para toda a família ou para negócios, isso mesmo a China é um dos novos pontos turísticos para as compras no mundo. As cidades mais importante para essa rota normalmente são as cidades de Beijing, Shanghai e Yiwu. Essas três cidades fazem parte da conexão de todos os empresários brasileiros que vem até a China para compras. Vou tentar explicar um pouco sobre cada cidade e o que você e visitar durante a sua visita na China para ter um passeio legal e voltar para o Brasil com compras para casa.

As opções são inúmeras, e cada uma tem seu potencial, sua beleza especial, sua característica marcante. O leque de opções é tão grande que fica impossível traçar um único roteiro e dizer ‘é isso!’ Mas claro que, se temos 10 dias de viagem, existem aqueles pontos imperdíveis. Da mesma forma que não dá para ir a Roma sem visitar o Vaticano, não dá para vir à China e não visitar as Muralhas… (quer dizer, que dá, isso dá… mas não vamos falar de exceções, certo?).

A melhor época do ano para visitar a China é durante os meses de abril e maio e de setembro e outubro, quem não se preocupa com frio janeiro e março também é uma opção, porém prepare que vai estar frio em quase todas as cidades. Na questão da temperatura você tem que sempre pensar ao contrário do Brasil, se temos verão em Janeiro, na China o verão vai ser em Julho, se temos inverno em Julho o inverno na China é em Janeiro.

Um visto para turista na China, geralmente é de 30 dias, contando a partir da sua data de entrada no país, o que é interessante fazer quando solicitar o visto é sempre solicitar com duas entradas, já que Hong Kong não é considerado China, e se você sair da China e for fazer um passeio em Hong Kong ou Macau, você vai precisar de mais uma entrada para entrar no país, então duas entradas é uma questão obrigatória se você quiser vir visitar a China, nunca se sabe se você estiver do lado de Hong Kong em um final de semana, porque não dar um pulo lá e conhecer uma das cidades mais movimentadas da Ásia.

Mas dentro da China, qual é o ‘pacote básico’?

Beijing ou Pequim

Beijing é a capital da China, é lá basicamente que se concentra todo os departamento do governo, é a verdadeira Brasília para os chineses, lá também é considerada uma das cidades mais antigas da China, onde você vai encontrar muita história e prédios antigos, se você imagina uma cidade que realmente tem as características da China, essa cidade é Beijing, você vai encontrar pontos turísticos como a muralha da China, a cidade proibida, o templo do céu, o palácio de verão são alguma das atrações da cidade. E no caso você quiser sair para tomar uma cerveja ou fazer umas compras a melhor opção é a região de Sanlitun e o famoso mercado da seda, ou Silk Market, é lá onde você vai conseguir comprar replicas de bolsas, roupas etc… bem interessante para curiosos sobre os produtos réplicas no mundo. A cidade é uma das minhas cidades favoritas na China para turismo, já que toda história da China começou lá. E claro que todos conhecem a famosa história do rapaz na frente do tanque, provavelmente já viram alguma vez na vida o vídeo ou a foto, isso aconteceu na frente da Tiananmen square é lá que você pode fazer a foto clássica com o rosto do Mao Zedong. 3-4 dias são suficientes para explorar bem a cidade e aproveitar o máximo da China antiga.

Shanghai ou Xangai

Essa Cidade é o centro econômico da China, uma cidade moderna e globalizada, a cidade que não pára e está aberta para o mundo, digamos que é a China nova já que os seus prédios e arquiteturas são de cair o queixo com qualquer um que chega na cidade pela primeira vez. É aqui onde você vai visitar os prédios mais altos do mundo e fazer compra em uma das lojas mais modernas do mundo, existem diversos mercados para compra na cidade de Xangai e um dos mais famosos para produtos réplicas é o famoso mercado que fica dentro do museu de tecnologia de Shanghai, para chegar lá é bem simples basta ir de metrô até Que Jiguang que é o museu e sair do metrô e você vai estar dentro do mercado. Em Pudong é onde a pearl tower se encontra, que é a famosa torre com as duas bolas vermelha, lá você tem a chance de subir nos prédios e aproveitar um pouco do landscape de Shanghai.  Já Puxi, é onde se tem atrações mais tradicionais e charmosas. Para mim é a melhor parte de Shanghai, parece que tudo ‘pulsa’ mais… É mais intenso, mais vivo. Em Puxi podemos ver os contrastes de modo mais simples, pois estão ali, lado a lado. Tanto que as opções de locais para se visitar aqui são imensas, mas para ficar no básico, podemos resumir em: People’s Square, Bund, Museu de Shanghai, Yu Garden, French Concession, Jing’an Temple, Nanjing Road (paraíso das grifes). Claro que no meio disso existem locais inusitados em que se deve dar uma atenção especial.

Yiwu

Abrigando mais de 1,2 milhão de habitantes, a cidade de Yiwu fica na província de Zhejiang, no leste chinês, e é conhecida justamente por um mercado gigante e pela beleza cosmopolita que apresenta. Os negócios da cidade se concentram em um enorme shopping center, onde circulam diariamente mais de 400 mil pessoas atraídas pela variedade de produtos infinita e pelo baixo preço das mercadorias. O comércio de Yiwu gira em torno de artigos para costura, esportes, enfeites, roupas, maquiagens, brinquedos, bijuterias, todos os tipos de eletrônicos e até móveis. O Futian Market, por exemplo, conta com mais de 60 mil lojas e realiza vendas por atacado e varejo, possibilitando ao cliente escolher a forma ideal e a quantidade adequada para comprar.

Curiosidade: Dentre as milhões de importações feitas por Yiwu, o Brasil aparece em oitavo lugar na lista de principais destinos desses produtos, seguido de países como os Estados Unidos, a Alemanha, a Espanha e a Rússia.

 

[contact-form-7 id=”55254″ title=”Blog – Contato”]