Cuidado com a importação de Produtos Médicos e para a Saúde Importação de produtos médicos e para saúde

Cuidado com a importação de Produtos Médicos e para a Saúde

Cuidado com a importação de Produtos Médicos e para a Saúde

Importar produtos médicos da China pode ser uma grande fonte de renda e de novas oportunidades para quem deseja investir nesse mercado, no entanto, é preciso tomar cuidado para não cometer alguns erros que poderão colocar todo seu empreendimento a perder. E é justamente o que falaremos neste artigo sobre como tomar cuidado com a importação de produtos médicos e para a saúde.

Um grande detalhe para quem está entrando no ramo da importação é: quando não conhece os tramites legais, qualquer erro poderá acarretar grandes problemas que poderão frustrar seus planos, por isso, se for o seu caso, atente-se para este artigo que trará os erros mais comuns para quem começa nesse ramo.

Esses erros, ainda mais quando se está começando é muito comum, pela complexidade de processos burocráticos por trás da importação. E vamos começar pela classificação das mercadorias.

Atente-se para a classificação dos produtos que importa

Toda mercadoria conta com um código de nomenclatura comum do Mercosul (NCM) que deve ser corretamente informado quando ocorrer a importação daquele produto. Esse é um código de extrema importância por facilitar no cálculo dos impostos e taxas sobre o produto, tais como: IPI, Pis, Cofins e Icms.

Quando esse código é informado de maneira errada, muitos problemas podem ocorrer atrapalhando o andamento de sua importação. Entre as implicações costumeiras estão: multa, mercadoria retida e até mesmo, devolvida ao fornecedor de origem. Por isso, muita atenção a esses códigos.

Por isso, nada mais correto que, caso não tenha experiência nesse mercado, nada mais prudente que contratar um assessor que poderá lhe ajudar nessas questões e averiguar se tudo está corretamente em ordem em termos de nomenclatura. Conhecer essa parte legal é extremamente importante, para garantir uma entrada legal dos produtos e também, para reduções ou isenções.

Você conhece as regulamentações para os produtos médicos?

Um dos maiores detalhes que devem ser observados para a importação desse tipo de produto é: os produtos devem conter o selo de regulamentação da Anvisa ou de qualquer outro órgão responsável. Se por ventura você importar qualquer produto médico ou para a saúde sem o selo da Anvisa, você poderá ter prejuízos incalculáveis.

Geralmente, as normas são diferentes de país para país, por isso a necessidade de estar atento para as normas do órgão responsável pelo produto. Por isso, se você não conhece esse tipo de material que deseja importar, nada mais correto que contratar um assessor para ajuda-lo nesse quesito também, afinal de contas, um assessor poderá lhe trazer ótimos benefícios e o melhor, segurança.

Cuidados com a tributação

Você sabia que a tributação pode variar devido alguns detalhes? Por exemplo, o lugar de nacionalização da encomenda, eventuais isenções, origem, redução de tributos sobre artigos e materiais importados. Geralmente é possível escolher os locais com melhores condições, isenções cedidos a determinados produtos. O não conhecimento dessa possibilidade pode gerar ganhos muito maiores. Uma dica para lucrar nessa parte é entrar em parceria com alguma empresa ou assessor que preste serviço na área tributária.

Desta maneira você conseguirá usufruir melhor os benefícios de seu negócio. Pense bem a respeito desse detalhe, é melhor investir em uma parceria do que correr riscos desnecessários e ainda, se colocar em um risco tão grande.

Atenção para o transporte da mercadoria

Como deve ter percebido, para importar esse tipo de produto é preciso observar diversas normas e técnicas e principalmente a maneira de condicionar e embalar a mercadoria, aliás, os materiais hospitalares precisam de um condicionamento próprio para garantir a sua integridade ao chegarem em seus destinos.

Por exemplo, quando o material é muito pesado, é necessário recorrer à utilização de pallets e quando os produtos são de madeira, precisamos atentar para os cuidados com a madeira, ou seja, fitossanitário.

Bom, como viram importar produtos médicos e para a saúde contam com diversas regras que não podemos ignorar. Ainda mais neste ramo de atividade que contamos com produtos essenciais para a saúde, por isso, a Anvisa e os demais órgãos competentes estão sempre observando e atentos para os materiais importados.

Pode parecer uma economia fazer tudo com pesquisas de internet, no entanto, fica a dica que, qualquer erro, ainda mais com esse tipo de produto, pode acarretar prejuízos tão grandes que poderão colocar todo seu investimento em risco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi, como posso ajudar?
Rolar para cima