Habilitando a sua empresa – Radar Siscomex

O Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros é uma exigência da Receita Federal se de fato você quiser atuar na área de importação.


O Radar como é melhor conhecido apresenta diversas funções mas, principalmente atua na análise e monitoramento de exportadores e importadores no exercício de suas respectivas funções.
É entendível que o surgimento do Radar e a sua importância perpassou as funções citadas acima. Haja visto que essa é uma ação que atua de forma direta no combate a contrabandos e fraudes que possam acontecer.
Desde o ano de 2015 que o processo de habilitação do Radar tomou rumos mais simplificados. A burocracia existente no processo de feitura do documento exigia uma quantidade enorme de documentos e análises dos tais, o qual tornava a ação demorava e de difícil execução por parte dos interessados.
Atualmente, já existe uma plataforma responsável pela realização dos formulários no qual se encontra dentro do próprio site do Siscomex.


Você que age ou é curioso nessa área de importação, precisa entender que esse registro é um passaporte para a execução nesse campo. Isso pode ser explicado pelo fato de que o acesso ao portal Siscomex é a primeira atitude de quem deseja iniciar qualquer ação referente ao despacho aduaneiro.
Por mais que sejam efetuadas fraudes com o intuito de despistar a Receita, essas atitudes não tem conquistado êxito. Entende-se o Radar pode ser dividido em quatro áreas de atuação. São elas: Limitado, Expresso, Ilimitado e destinado à pessoas físicas.
É importante ressaltar que há diferenças entre os tipos de radares e, portanto, é necessário que haja um conhecimento prévio de cada uma delas.
O radar expresso não apresenta ressalvas no que se refere a importação e é uma excelente dica para quem de fato está começando no ramo. O radar limitado tem a permissão de importação até 150 mil dólares, o ilimitado não tem burocracia quanto à importação e o destinado à pessoas físicas não pode ser considerado comércio.
Entenda que a Receita Federal trabalha atuando de forma direta na investigação caso haja algum problema quanto às informações repassadas ou houver qualquer suspeita de irregularidade.
Já revelamos que a habilitação é realizada através de um portal.
Mas essa ação é difícil, tem burocracia ou qualquer tipo de dificuldade?
Nenhuma.


Basta escolher o radar correto e que esteja de acordo com a sua necessidade. Por exemplo, se for escolhido o radar expresso é muito rápido, principalmente se tiver em mãos o certificado digital.
Para os radares limitados ou ilimitados são realizados formulários mais detalhados. No entanto, nada impede que seja realizado através de apenas um documento e feito por meio do Portal Único.
Se a sua empresa é novata, não fique com medo de não conseguir o radar. Entenda que não há nenhum ponto que possa impedir essa ação proveniente da sua parte.
Há aquelas pessoas que desejam habilitar o MEI no radar.
Apesar de possível é necessário ter um pouco mais de atenção nas exigências e obrigações que desejam ser cumpridas. Por isso, se faz necessário como sendo uma atitude inteligente buscar profissionais responsáveis para a retirada das dúvidas e esteja disposto a trabalhar juntos em prol do crescimento de ambos.
Para conseguir a habilitação no radar, esteja atento a opção para habilitar a empresa e seguir as etapas subsequentes.
É importante lembrar que não há taxas para a realização do procedimento.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima