Historia da china

A China é uma nação com uma história de sucesso. Tem um crescimento econômico avassalador, como nenhum outro país no mundo. Estamos falando de 10% de PIB, coisa inimaginável para a maioria dos países. Mas, essa evolução econômica e também social, se deve ao fato de o povo conhecer a historia da china e ter aprendido bastante com ela.

Há um ditado que diz “o povo que não conhece a sua história, tende a repeti-la”, esse é um ditado bem verdadeiro mas que não acontece com o povo chinês. Na China, além de a população conhecer também valoriza bastante toda a historia da china e sua ancestralidade.

A historia da china, segundo os estudiosos, datam de mais ou menos 4 mil anos de idade. A formação inicial do povo é múltipla, pois sofreu a influência cultural direta dos povos de diferentes locais, que habitavam o território, logo no início, próximo ao rio amarelo. Na historia da china o país já se destacou várias vezes como o produtor de tecnologia e inovação na história mundial.

No entanto, a partir do século XIX, a supremacia tecnológica e evolutiva chinesa, sofreu interferência do contato direto com os europeus, graças às políticas expansionistas estabelecidas pelos países europeus, com o intuito de estabelecer novas rotas comerciais, ampliação do território e exploração de novos recursos.

Porém, foi na década de 1940 que uma uma mudança radical aconteceu, transformando a economia e a historia da china. Mais precisamente em 1949 aconteceu a implantação do comunismo no país, através do Partido Comunista Chinês, tendo por fundador mais conhecido Mao Tse-Tung.

Mao Tse-Tung, foi um político, revolucionário e filósofo chinês responsável pela implantação de um partido único na China, que transformou a economia e o contexto social do país.

Uma das medidas que mudou a historia da china foi a chamada Revolução cultural que por mais três décadas tentou laicizar a população. No entanto, embora o socialismo tenha sido implantado na China, as práticas econômicas liberais, adotadas pelo governo chinês, principalmente a partir da década de 1970, transformaram os meios de produção do país.

A China, a cada dia, avança mais e mais em direção ao crescimento econômico e caminha para se tornar a economia mais forte do mundo, atualmente só perde para os EUA, no entanto, a população não abre mão de reverenciar o passado e a herança cultural deixada por seus antepassados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima