A situação no Brasil não está agradevel perante importação

O mundo está convulsionando em meio a uma calamidade mundial: a pandemia do coronavírus. Desde os países desenvolvidos até os mais humildes, tem sofrido com a morte de seus familiares e sendo submetidos a um confinamento sem previsão para acabar.


E o Brasil também está em alerta, com o número de mortos em decorrência da pandemia, aumentando a cada dia que passa. A economia do país está em um sobe e desce vertiginoso, trazendo preocupação ao mercado financeiro e criando uma situação crítica para o ramo de importação e exportação.

Atualmente, o que está sendo mais comercializado nessas áreas são os produtos de proteção contra o vírus como por exemplo máscaras, ventiladores pulmonares e também os termômetros que estão sendo utilizados para medir a temperatura dos clientes antes de entrar no estabelecimento.

Existem dois tipos desses termômetros ou pistolas: um é para uso médico e o outro para uso no setor de construção civil e demais ambientes. Por exemplo, quando o termômetro é utilizado para medir a temperatura do asfalto, esse tipo de pistola não vai precisar de certificado da ANVISA e sim um certificado do INMETRO.

A pessoa precisa levar um desses termômetros para o órgão responsável que fará a análise e logo após vão fornecer o certificado, se caso a pistola analisada for aprovada. Já se for resultado negativo, será preciso buscar outro fornecedor e mandar o produto para análise.

Saiba que existem empresas na China que realizam esse serviço, ou seja, este procedimento pode ser feito dentro da China mesmo, não sendo necessário o envio de amostra para analisar no Brasil. Sem esse certificado, quando as pistolas chegarem no setor aduaneiro, elas com certeza serão recusadas pela receita federal.

Isso vai forçar o importador a correr atrás do certificado do INMETRO na última hora, gastos extras e outros problemas, ou seja, até mesmo antes de comprar, providencie o certificado e tudo que implica em uma importação correta desse tipo de mercadoria.

Agora vamos falar da pistola que mede a temperatura corporal. Ela também precisa de um certificado para importação? Sim, a ANVISA é o órgão responsável pela liberação ou não, desse tipo de produto e exige o certificado para tal.

Por ser um produto voltado para o corpo humano, do setor médico, obrigatoriamente vai precisar do certificado aprovado pela ANVISA. Este documento não é fácil de conseguir e pode levar até 2 anos para tê-lo em mãos. E além disso, o investimento de capital é alto.

Com a pistola importada tendo o certificado da ANVISA, o retorno será certo pois o mercado se abre para atender a hospitais, clínicas e ademais departamentos onde é utilizada. Infelizmente, muitos tem usado erroneamente, a pistola de medir ambientes de construção para fazer a medição da temperatura corporal.

Se o importador tiver interesse em revender esse produto, é preciso verificar qual é o item certo, ou seja, o modelo e a partir daí avaliar se vale a pena investir nessa mercadoria. Existe uma lista na receita federal onde estão inscritos os produtos que não precisam de certificado. É só conferir.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima