Importar para o Paraguai e depois para o Brasil, Compensa Importar para o Paraguai

Importar para o Paraguai e depois para o Brasil, Compensa

Importar para o Paraguai e depois para o Brasil, Compensa?


Muitos empresários ao importar seus produtos fazem um triângulo: China, Paraguai e Brasil. Você já fez ou pretende fazer esse tipo de transição?

Acompanhe esse artigo para entender essa prática e se ela realmente compensa!

Importar para o Paraguai e depois para o Brasil, Compensa Retorno compensador com gastos para importação ao Paraguai e depois Brasil

## Como essa Prática Funciona?

Você compra os produtos que deseja na China, faz uma importação comum para o Paraguai, e depois envia esses produtos para o Brasil em outra importação. Porém, com essa operação você pode gastar muito mais do que uma importação direta, pois as importações do Paraguai só são isentas de impostos se o produto for do Paraguai o de um dos países do Mercosul.

### O Mercosul

O Mercosul é um bloco econômico formado por quatro países: Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Bolívia, Chile, Peru, Colômbia, Venezuela e Equador são considerados associados do bloco.

Ele tem um acordo de isenção de impostos na importação de produtos – desde que fabricados nesses países – dentro desse bloco. Ou seja, é ilusão achar que você vai importar seu produto da China e mandar para o Paraguai e depois Brasil, achando que vai se livrar dos impostos.

### Os Impostos da Importação

Para importar no Brasil são cobrados cinco impostos: o II (Imposto de Importação), o IPI (Impostos de Produto Industrializado), o PIS (Programa de Integração Social), o COFINS (Contribuição para Fins Sociais) e o ICMS (Imposto sobre Circulação e Mercadorias e Serviços).

O IPI, PIS, COFINS e o ICMS também são cobrados por mercadorias fabricadas aqui no Brasil, são os impostos domésticos. Toda fábrica deve estar em ordem com esses impostos para que possam vender seus produtos.

O II existe em todos os países e tem uma alíquota de 0 a 35%, tudo vai depender do produto que você for importar. Quanto mais essencial é o produto, menor o valor do II.

Importar para o Paraguai e depois para o Brasil, Compensa Sucesso na importação para Paraguai e logo depois Para seu vizinho Brasil

Porém se o produto que você quer importar não for de um dos países pertencentes do bloco, você pode se isentar do II fabricando o produto no Paraguai. Como assim? Você traz o produto desmontado e todas as peças necessárias para a montagem, coloca a embalagem e o logo em território paraguaiano. Muitas vezes, dessa forma, você consegue com que seu produto saia com um “Made in Paraguai” do país.

## Importar do Paraguai para o Brasil Compensa ou Não?

Esse processo só valerá a pena se o Imposto de Importação do seu produto for muito alto, pois você terá que pagar pelo menos os impostos da importação para o Paraguai, os dois fretes e os impostos brasileiros. E, se for montar o produto no Paraguai, a mão de obra e os gastos.

Importar para o Paraguai e depois para o Brasil, Compensa Compensação garantida importando produtos primeiro para Paraguai e depois Brasil

O melhor a se fazer é analisar e calcular o seu objetivo de importação para conseguir enxergar a forma mais lucrativa para você.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima