Negócios com a China: a força do “não”

 

Você melhorar nos negócios com a China, não é verdade? Mas você já descobriu a força do “não”?

 

Se você achou que “a força do não”, não tem nada a ver com negócio com a China, é mais um motivo para ler esse artigo. Se achar interessante, tenho certeza que vai ler até o final.

 

Na realidade, esse tema parte da ideia de que se aprender a falar mais vezes a palavra “não”, o seu negócio vai melhorar. Parece loucura, não é mesmo? Mas lhe garanto que não vai ter um pingo de loucura nisso.

 

O que a palavra de negatividade tem a ver com seus negócios com a China? Na verdade, tem uma relação estreita com o jeito que você dirige o seu negócio. Acredite que rejeitar algumas propostas pode aumentar o nível do seu negócio, e tenho certeza que você busca isso.

 

O “não” tem uma força de alavancar o seu negócio com a China. Tem uma força brutal que pode mudar o rumo e otimizar seus lucros e desenvolver ainda mais você e sua equipe. Mas antes, para você se atualizar, vamos ver o que nos leva a falar tantas vezes o “sim”:

 

  • Desejo de obter o máximo de projetos possíveis
  • Aumentar a lucratividade do negócio
  • Para manter uma relação amistosa com seu cliente
  • Por acreditar que é maneira ideal para o crescimento da empresa.

 

Se você trabalha com negócios da China e ainda não aprendeu a força do não para o seu negócio, provavelmente você aceita todos os projetos de seus clientes baseando-se nessa lista que acabei de passar.

 

Negócios com a China: a força do “não”

 

É claro que isso não significa que para começar a rejeitar projetos. O seu negocio com a China pode melhorar quando usar o “não” corretamente.

 

Existem oportunidades de negócios que chegam até sua empresa, que talvez, se os rejeitasse, seria melhor para você e para seu cliente. Por exemplo, se você aceitar um projeto que não está muito alinhado com o que tem experiência, pode lhe dar grande dor de cabeça, e o cliente pode não gostar muito dos serviços.

É aí que entra a força do “não” em seu negócio. Veja a seguir, a força que o “não” tem para aumentar o nível de seu negócio com a China.

 

Filtra as responsabilidades

 

O seu negocio precisa da força do “não” para filtrar as responsabilidades que chegam até você e até sua equipe. Trabalhar com projetos que não tem muitas afinidades, atender clientes que não tem o perfil do seu público alvo, pode até parecer que não, mas é um péssimo negócio.

 

Filtrar as responsabilidades é uma vantagem e tanto. Só vai chegar até você e à sua equipe projetos que realmente estão alinhados ao seu negócio. Por isso que falar “não” pode ser valioso.

 

Aumenta o foco de seu negócio com a China

 

Sim, falar não para alguns projetos vai melhorar o foco de seu negócio. Como vai estabelecer um filtro, os projetos que chegaram até sua mesa, vai permitir que tivesse mais foco, e assim, presta um serviço personalizado.

 

Um ponto terrivelmente importante é o feedback que seu cliente vai dar de sua empresa. Principalmente nesse ramo de negócios com a China, onde os clientes ficam mais inseguros. Então, é preciso aumentar o foco naquilo que sua empresa faz bem, para satisfazer ainda mais os seus clientes.

 

Aumenta a experiência

 

O “não” faz os seus negócios com a China serem referencia no mercado! A experiência vem com a prática intensiva. A prática, quando você repete muito o número de projetos alinhados ao teu negócio. Então, para ser autoridade naquilo que faz, dizer não é essencial para o seu negocio!

 

Conseguiu entender agora? Que bom. Esse é o objetivo da Destino China, lhe ajudar até nos mínimos detalhes. Fazemos isso com muita dedicação. Quando o assunto é negócio com a China, não sabemos dizer “não”, pois isso está inteiramente ligado ao que fazemos há anos. Então se houver alguma dúvida, entre em contato conosco, temos grandes soluções para você e sua empresa! Vamos conferir?