Qual a população da China?

Qual a população da China?

A China constitui a maior população do mundo. Por isso, inúmeras medidas foram tomadas pelo governo – algumas delas polêmicas – para conter o crescimento demográfico.

Sempre que eu volto de ferias para o Brasil, eu vou conversar com os meus amigos sobre a diferença entre viver no Brasil e na China. É legal observar e ver o ponto de vista de cada um, pois mesmo que eu more aqui por mais de 5 anos e conheça a china na palma da minha mão, não acho e nunca achei que o ponto de vista dos meus amigos estejam errados. Cada um pensa da maneira que quiser e crie a sua propria população da China informação de acordo com as suas leituras.

Diferentes grupos na China

A República Popular da China é um país composto por 56 grupos étnicos diferentes, o povo Han responde por 91,02% do total da população, sendo que as outras 55 etnias minoritárias estão contidas no, 8,98% que restam. A lei chinesa garante a todas as etnias igualdade, o Estado protege seus direitos e interesses legítimos e aplica os direitos de igualdade, unidade, ajuda mútua e prosperidade comum nas relações entre os diversos grupos étnicos.

Em relação à distribuição geográfica, os integrantes da etnia Han estão espalhados por todo o país, concentrando-se principalmente nas bacias dos rios Amarelo, Yangtzé e Perla, bem como nas planícies dos rios Sonhua e Liaohe. Os Han desempenham papel de destaque na vida estatal. As áreas habitadas pelas minorias étnicas representam aproximadamente 55% do território nacional, apesar de sua escassa população, e possuem abundantes recursos naturais, fato que supõe um papel importante na construção e desenvolvimento de toda a China.

A nação tem uma longa história, composta por diversos períodos distintos. A civilização chinesa clássica — uma das mais antigas do mundo — floresceu na bacia fértil do rio Amarelo, na planície norte do país.[10] O sistema político chinês era baseado em monarquias hereditárias, conhecidas como dinastias, que tiveram seu início com a semimitológica Xia (aproximadamente 2 000 a.C.) e terminaram com a queda dos Qing, em 1911. Desde 221 a.C., quando a dinastia Qin começou a conquistar vários reinos para formar um império único, o país expandiu-se, fraturou-se e reformulou-se várias vezes. A República da China, fundada em 1911 após a queda da dinastia Qing, governou o continente chinês até 1949. Em 1945, a república chinesa adquiriu Taiwan do Império do Japão, após o fim da Segunda Guerra Mundial. Na fase de 1946-1949 da Guerra Civil Chinesa, o Partido Comunista derrotou o nacionalista Kuomintang no continente e estabeleceu a República Popular da China, em Pequim, em 1 de outubro de 1949, enquanto o Partido Nacionalista mudou a sede do seu governo para Taipei. Desde então, a jurisdição da República da China está limitada à Taiwan e algumas ilhas periféricas (incluindo Penghu, Kinmen e Matsu) e o país recebe reconhecimento diplomático limitado ao redor do mundo.

Existe, no entanto, certa polêmica em torno das políticas chinesas de controle da natalidade. Na década de 1990, um grupo de repórteres do canal de televisão inglês BBC infiltrou-se secretamente no território da China e registrou cenas de horror, em que crianças (a maioria mulheres) recém-nascidas, ou ainda muito novas, eram tiradas de seus pais e hospedadas em orfanatos, onde eram simplesmente abandonadas até morrerem de fome ou de doenças oriundas da falta de higiene. Os registros constituíram um documentário intitulado “China: Os Quartos da morte”. O governo nega as acusações.

Um dos pontos mais interessante que todos estão corretos sobre a China é a quantidade de pessoas, eles sempre perguntam como que eu consigo morar no pais com a maior população do mundo. Um amigo um dia comentou que a China deve ser como um balde cheio de pessoas e sem chance de sair de dentro.

A China realmente tem gente para todos os lados e todas as esquinas, mas também não podemos esquecer que temos no nosso Brasil uma das cidades mais populosas do mundo que é a nossa grande São Paulo. Um dos fatos interessante é que na China não temos somente uma grande Xangai ou uma grande Pequim, temos diversas cidades pequenas que ficam próximas dessa cidade que a população é um absurdo. Lembro que no inicio eu morava na Cidade de Zhengzhou que fica no centro da China, eu falava para meus amigos sobre a cidade e nunca ninguém tinha escultado sobre essa cidade, quando eu falava que a população da cidade era de 9 milhões de habitantes, todos ficavam assustado.

É engraçado mas é verdade você na população da China não importa o lugar que você for, você sempre vai acabar se esbarando em alguém e falando um oi para essa pessoa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.