Qualidade dos produtos da China?

Qualidade dos produtos da China?

É muito comum ouvir por aí que os produtos chineses não tem qualidade alguma, além de um design pouco atrativo. Essa não é a opinião de apenas um país, mas sim, de muitos que decidiram importar produtos oriundos do oriente.

Entretanto, antes de abandonar esse texto, continue lendo e, aproveitando, se estiver lendo isso em um notebook, talvez sua tela seja importada da China, se for de um smartphone, tablet ou até mesmo de um desktop, com certeza, conta com componentes desenvolvidos na China.

E agora lhe pergunto: como pode alguns produtos serem tão bons e outros serem tão ruins? Bom, é exatamente sobre isso que conversaremos neste artigo e espero que continue comigo para desvendarmos juntos, os caminhos dourados dos bons produtos chineses.

Porcaria Chinesa: mito

Antes de começarmos, vamos deixar de lado essa história que ouvimos falar que tudo que vem da China não presta, ok? Acima dei exemplos importantes de aparelhos e componentes que funcionam perfeitamente, portanto, o problema não são os aparelhos chineses, mas sim, como adquiri e onde adquiri seus produtos.

Isso quer dizer que todos os produtos chineses são bons?

Vou começar a responder essa pergunta com outra pergunta: todos os produtos nacionais são bons? Sabemos que temos produtos nacionais maravilhosos, no entanto, outros, deixam um tanto a desejar e se mostram de baixa qualidade.

E isso não é exclusividade apenas da China ou do Brasil, mas sim de todos os países que produzem determinados produtos. O que torna os produtos bons e ruins são seus fabricantes, as peças que utilizam e tudo mais que envolve a realização de um determinado produto.

Por essa razão, melhor responder a pergunta desta maneira: não são todos os produtos bons, alguns são melhores que os outros devido à maneira que o fornecedor produz o determinado produto.

Qualidade é igual a preço?

A China tem ótimos produtos e com designs atrativos, entretanto, alguns importadores acabam querendo economizar em seus investimentos e acabam comprando produtos com um valor inferior de mercado para ganhar mais em suas vendas, no entanto, perdem, pois vender e receber reclamações e ainda pedido de dinheiro de volta, não é sucesso para ninguém.

Se você quer começar a importar produtos da China e só não começou por causa do mito de produtos ruins, saiba que qualidade é sinônimo de qualidade, ou seja, para produtos melhores é preciso pagar o preço justo por ele. Claro que existem fornecedores ótimos e com preços mais em conta, mas para encontra-los é um trabalho de garimpo.

Ainda mais, não por se tratar apenas de uma cultura de comércio diferente, mas pela dificuldade na comunicação. Nem todos os comerciantes falam inglês fluentemente, na verdade, os chineses valorizam muito sua própria cultura e é por isso que vemos muitos chineses em nosso país usando seus idiomas originais.
Por isso, algo importante para quem está começando e quer produtos em conta e com qualidade, nada melhor contratar os serviços de alguém que conheça esses caminhos, que conheça não somente a cultura dos negócios com os chineses como também a sua língua. Esses são pontos super importantes para negociar um preço melhor.

A China como produtora?

Você deve estar se perguntando como a China conseguiu essa fama de criar produtos de baixa qualidade. Bom, isso tem uma explicação e tem tudo a ver com o crescimento desenfreado da produção que assolou o país devido as suas facilidades.

A China cresceu muito em termos de fábricas e com o tempo, os países vizinhos perceberam a possibilidade de realizar determinadas importações, nesta época já havia um preço acessível com ótima qualidade, contudo, com o aumento da demanda, nada mais natural que surgir uma queda de qualidade.

A China investiu ainda mais na mão operaria quando começou a exportar seus produtos para todos os países do mundo, aumentando a produção e a mão de obra, nada mais comum do que ter uma queda, ainda mais devido à falta de mão de obra especializada.

Mas o país estava de olho em sua reputação no mundo e começou a investir em tecnologia e melhorias de seus equipamentos, claro que, tal investimento gerou um aumento nos custos dos produtos, mas era compensador diante da qualidade e ainda, do valor.

Com o tempo, a China voltou ao topo dos polos industriais do mundo, exportando para o planeta. Mas é importante citar que, nem todas as empresas chinesas tiveram condições de se atualizar e melhorar seus produtos, algumas continuam trabalhando da mesma forma e para compensar, criaram o seguro de defeito de seus produtos.

Já falamos a respeito do seguro de defeito em outras postagens, mas somente para repassar, é uma espécie de acordo existente entre o fornecedor e o importador, o fornecedor conta com uma determinada porcentagem de produtos que apresentam defeito e manda essa mesma porcentagem em produtos sobressalentes para eventuais necessidades de troca.

É possível comprar produtos de qualidade na China?

Sim, claro que é possível. Tudo que você precisa é atentar para o fornecedor, às vezes é um trabalho de garimpo mesmo, porém, vale salientar dos profissionais que trabalham no país e que conhecem não somente os melhores fornecedores como também, estão aptos para negociar em seu nome e cuidar de sua mercadoria em uma terra tão diferente de nossa cultura.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.