Tudo sobre a Importação da Índia

Alguns aspectos importantes devem ser levados em consideração quando se vai fazer uma importação da Índia. É preciso estar bem preparado e informado para que não ocorra nenhum problema.
Neste artigo, analisaremos os procedimentos a seguir para trazer produtos desse país. Além disso, você poderá ter a resposta para a seguinte pergunta: Por que escolher a Índia para importar produtos?


Tudo sobre a importação da Índia
Atualmente, a Índia e a China são mercados emergentes que oferecem maiores oportunidades de compra. E essas oportunidades veem acompanhadas de um custo consideravelmente menor em comparação com outros países.
Portanto, este é o principal fator pelo qual muitas pessoas decidem importar mercadorias dos dois países asiáticos. A verdade é que a Índia experimentou um desenvolvimento econômico muito significativo durante a última década. Isso levou a um aumento da profissionalização pela segunda maior população ativa do mundo.
Aspectos a considerar para saber como importar da Índia
Depois de encontrar os produtos e fornecedores que melhor atendem às necessidades de importação da Índia, é preciso abordar vários fatores importantes, como:
• As restrições existentes;
• As taxas a serem pagas por cada tipo de mercadoria;
• Os custos derivados de inspeções sanitárias;
• Os certificados;
• As possíveis despesas de atraso na entrega;
• Entre outros.
É preciso também ter um despachante confiável para saber todos os detalhes pertinentes. Além do mais, ele pode ajudar a controlar todo o processo logístico e coordenar a transação.
Documentos necessários para importar da Índia
Como todos sabem, existem certos documentos obrigatórios que devem ser apresentados na alfândega. Eles servem para concluir a operação comercial corretamente. Nesse caso, a documentação necessária para importação da Índia é a seguinte:
• Certificado de origem – Esse documento é emitido pelo fornecedor das mercadorias. Ele é necessário para que se comprove a origem dos produtos;
• Romaneio – É a lista das mercadorias contidas dentro das embalagens no embarque;
• Proforma Invoice – Quem emite é quem está exportando. O documento é o que inicia a negociação;
• Conhecimento de embarque – É o que comprova que o produto está na posse da transportadora. Esta deve se comprometer a fazer com que ele chegue até o destinatário;
• Licenciamento para importação – É onde se determina as características legais de cada produto;
• Declaração da importação – É o que se registra no Siscomex onde o importador opta pelos despachos aduaneiros simplificados.


Como a cidade exportadora influencia no tempo de chegada da mercadoria
Para que não haja nenhum erro é importante saber de qual cidade importar. Existem algumas cidades que possuem conexões mais simples e outras que possuem pontos intermediários para a realização do transbordo dos produtos. Dessa forma, a duração da viagem acaba sendo prolongada consideravelmente.
Assim sendo, é preciso calcular um período que varia entre 50 a 60 dias para receber determinados tipos de mercadoria no Brasil. Mas esse tempo é determinado desde que toda a documentação esteja correta e do “trânsito” feito.


A importação da Índia requer alguns cuidados, especialmente quanto a documentação. Verificar todos os pormenores é importante para o sucesso nos negócios.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima