5 Dicas para Importar com Segurança

5 Dicas para Importar com Segurança

Os tablets são dispositivos pessoais que funcionam como mini computadores portáteis, sendo considerados os intermediários entre os smartphones e os notebooks. Apesar de alguns estudos no Brasil indicarem uma leve queda no consumo destes aparelhos em 2018 com relação a 2017, o mercado dos tablets continua aquecido com novos nichos de mercado, como o consumo empresarial.

Segundo pesquisa realizada pela IDC Brasil, serviço de inteligência de mercado que atende o setor de tecnologia, dos 763 mil aparelhos vendidos em 2018, 35 mil foram destinados ao mercado corporativo, o que significa um aumento de 148% em relação ao ano passado.

Os tablets são dispositivos práticos, sendo uma alternativa importante que facilita bastante o dia a dia das empresas. Os consumidores que buscam aparelhos que atendam a demanda do trabalho e não somente do entretenimento, segundo o IDC, têm a tendência em adquirir modelos que possuem monitor maior, processamento rápido e acessórios, como as canetas.
Enquanto no Brasil esses aparelhos completos são caros, na China existem modelos baratos e com configuração robusta. Importar da China significa economizar em modelos para consumo próprio e também possibilidade de lucrar com a revenda.

A importação de eletrônicos chineses pode ser descomplicada e muito eficiente. Se você não tem muita experiência no assunto ou com esses dispositivos, recomendamos fortemente que contrate um serviço de consultoria em importações da China.

O consultor é o profissional que trabalha localmente para garantir as melhores negociações, no idioma nativo e com propriedade cultural para conseguir as melhores barganhas. Além disso, o consultor pode ir até a propriedade do fornecedor e verificar que os produtos são de qualidade e que toda a documentação necessária será providenciada. Dessa forma, seus produtos não correm nenhum risco ao chegar no Brasil.

Se seu desejo é comprar um tablet de ponta para consumo próprio com economia ou ainda revender tablets com preço abaixo de seus concorrentes, essas dicas são para você. Preparamos uma lista com 5 dicas para importar tablets com segurança.

1 – Tela do tablet
A tela do tablet deve exibir imagens com boa resolução, conforto visual para garantir uma boa experiência e touch screen com sensibilidade e velocidade de resposta adequadas. Para isso, devemos nos atentar aos seguinte itens:

Multi Touch Capacitivo
É a quantidade de toques simultâneos que o dispositivo suporta. Há modelos que suportam 2, 5 ou 10 toques simultâneos. Especialistas recomendam que para telas de até 7 Polegadas, 5 pontos são suficientes. Já para telas maiores 10 pontos são mais indicados.

Formato e Proporção da Tela
O formato 16:9 é padrão dos vídeos de alta definição, páginas da internet e possui maior compatibilidade com games. Já a proporção 4:3 é mais indicada para leitura, sendo o mesmo formato adotado pela Apple no Ipad, por assemelhar-se a uma folha A4.

Resolução da Tela
Pode ser 800×600, 1024×768 ,1280×800, 1920×1200 e 2048 x 1536. Quanto maior a resolução, melhor será a resolução da imagem.

Gorilla Glass
É um vidro especial resistente a choques que protege a tela, evitando quebra em caso de queda do aparelho.

2 – Velocidade de processamento
Atualmente existe uma grande diversidade de processadores para tablets. Especialistas recomendam processadores Dual-Core para aplicações simples como navegar na internet e rodar jogos simples, ouvir música e afins. Já para quem deseja mais desempenho, o indicado são processadores Quad-Core ou Octa-Core.

3 – Sistema Operacional
Existem tanto tablets baseados no sistema Android quanto no Windows, lembrando que os tablets com processador IOS são somente os Ipads, fabricados pela Apple. Uma dica essencial para escolher é identificar o sistema operacional que mais reúne recursos que atendam suas necessidades, baseando-se também em sua habilidade de manusear esses sistemas.
Se optar por Android, procure sempre a versão mais atualizada, para garantir que irá funcionar melhor e atenderá mais recursos de aplicativos.

4 – Garantia e Qualidade
Não se deixe levar por quem julga os eletrônicos chineses como de baixa qualidade ou somente réplicas. As marcas chinesas aumentaram sua qualidade nos últimos anos, sem perder a competitividade. Atualmente é possível encontrar aparelhos de alta qualidade de marcas da China já muito conhecidas, como a Xiaomi, a Huawei e a Lenovo. Essas marcas oferecem garantia de fábrica, oferecendo mais tranquilidade ao comprador.

5 – Suporte Técnico
Procure se informar sobre quais são as marcas que é possível encontrar suporte técnico mais fácil no Brasil. Além disso, pesquise em fóruns quais os melhores aparelhos e os que dão menos problemas de assistência. Por fim, escolha marcas que possuem mecanismos para solicitar atualizações dos sistemas operacionais e demais aplicativos, prevenindo problemas.

Gostaram dessas dicas? Esperamos que tenham sido úteis para quem deseja adquirir ótimos tablets da China. Até a próxima!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.