Conceito de Cabotagem

Conceito de Cabotagem

 

Conceito de Cabotagem, a cabotagem é a navegação entre portos de um mesmo país. Acontece na costa marítima. Porém não deixando o seu conceito, caso haja a presença de rios nos percursos em questão.
É um transporte altamente sustentável pelo fato de menor emissão de poluentes, podendo consumir uma quantidade de até oito vezes menos combustíveis em comparação com outros tipos de transporte.

Historicamente, houveram enormes processos de crescimento e aquisição desse transporte, principalmente pelo fato de agregar os contêineres. Porém, entrelaçado a esse “boom”, foi a entrada da Aliança, que é líder de cabotagem no Brasil e atuante nos principais portos do Mercosul, no grupo Oetker.


É conhecido que todo o processo de cabotagem de contêineres se iniciou há pouco tempo e destaca nesse ramo quatro empresas que trabalham para este devido fim. São elas:
● Aliança Navegação e Logística;
● Log-in Logística;
● Maestria;
● Mercosul Line;
De todos esses operadores, a Aliança está no mercado há mais tempo e o último foi a Maestria, como sendo participante do grupo Triunfo participações e Investimentos.
Outra importância desse transporte de mercadorias é a contribuição direta para a diminuição do fluxo de veículos nas rodovias e, consequentemente, o beneficiamento de empresas, transportadoras, clientes e pessoas no modo em geral.


Entretanto, apesar dos pontos positivos e fatores que beneficiariam a população, ainda há métodos que dificultam essa ação em suma e a permanência de burocracias que ainda estão operantes.
Uma das dificuldades de restrição é o fato de que a cabotagem permite apenas navios com cargas brasileiras, impossibilitando assim, as cargas vindas direto do exterior.
É importante ressaltar sempre as qualidades desse serviço para que haja uma desburocratização do mesmo. É válido salientar que além de ser mais sustentável, esse tipo de transporte diminui consideravelmente as chances de roubo, permite a movimentação em grandes quantidades em comparação ao modal rodoviário pelo custo e pelo aumento da capacidade de transporte.
O que de fato precisa ser levado em consideração, é que por maiores que sejam os benefícios que existem e devam ser pontuados, ainda barreiras pelas quais precisam ser ultrapassadas. Dentre várias, pode ser citado a ausência de conhecimento necessário por parte das empresas e a falta de investimentos no setor em questão.

Outro fator que impossibilita o crescimento e a expansão desse tipo de transporte, é a dificuldade na geração de resultados por parte dos acionistas devido a estrutura seguida dos mais diversos fatores que influenciam nos custos operacionais. Entre eles estão o custo do combustível, da mão de obra necessária, do navio em si, de toda a operação nos terminais, e outros motivos.
É importante mencionar que há uma quantidade grande de portos que se coincidem ao longo do trajeto: os portos de Salvador, Manaus, Santos são um exemplo disso. Outro fato em questão é que os diferentes armadores, que podem ser definidos como os transportadores marítimos que promovem tanto a equipagem quanto a exploração de todo o navio comercial, podem apresentar parcerias comerciais e operacionais, assim como a independência no que se refere à cobertura portuária nacional.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima